> O LIMITE É O CÉU !

O LIMITE É O CÉU !

http://ask.fm/Tadiesca   Submit   Tadiesca, 17 anos, gaúcha.

"Se um arco-íris ou uma flor desabrochando fizessem som, esse seria o som do riso dela. Era uma chuva de luz, um convite para falar, e ele riu com ela, sem mesmo saber ou se importar por quê."
 A Cabana.    (via menos1noite)

(Fonte: Menos1noite, via cic4trize-s)

— há Há 2 dias com 2641 notas
"Você sempre me tirou o sono. Antes de um jeito, agora de outro."
Soulstripper.      (via alentador)

(Fonte: espeliarmus, via cic4trize-s)

— há Há 2 dias com 15581 notas
"Eu quis sorrir e dizer que estava tudo bem, mas não estava."
Involuntus.    (via sutilizar-se)

(Fonte: involuntus, via sutilizar-se)

— há Há 2 dias com 9897 notas
"Eu me afasto e ela também, mas a gente sempre volta. A gente é igual cachorro quando se perde, sempre dá um jeito de voltar pra casa. E acho que ela é o meu lar e eu sou o lar dela. Ela me chama de baixinho, mas é menor que eu. Ela me chama de neurótico, mas ultrapassa os limites dessa palavra. Ela é toda errada e eu sou o concerto dela. A gente é complicado, mas ainda é dá gente."
Allax Garcia.   (via velejo)

(Fonte: allaxg, via velejo)

— há Há 2 dias com 34485 notas
"Vontade de dizer meia dúzia de verdades e colocar pontos aonde são vírgulas."
Marcello Henrique.
(via auroriar)

(Fonte: sou-inseguro, via auroriar)

— há Há 2 dias com 24146 notas
"Eles se amam. Todo mundo sabe mas ninguém acredita. Não conseguem ficar juntos. Simples. Complexo. Quase impossível. Ele continua vivendo sua vidinha idealizada e ela continua idealizando sua vidinha. Alguns dizem que isso jamais daria certo. Outros dizem que foram feitos um para o outro. Eles preferem não dizer nada. Preferem meias palavras e milhares de coisas não ditas. Ela quer atitudes, ele quer ela. Todas as noites ela pensa nele, e todas as manhãs ele pensa nela. E assim vão vivendo até quando a vontade de estar com o outro for maior do que os outros. Enquanto o mundo vive lá fora, dentro de cada um tem um pedaço do outro. E mesmo sorrindo por ai, cada um sabe a falta que o outro faz. Nunca mais se viram, nunca mais se tocaram e nunca mais serão os mesmos. É fácil porque os dias passam rápidos demais, é difícil porque o sentimento fica, vai ficando e permanece dentro deles. E todos os dias eles se perguntam o que fazer. E imaginam os abraços, as noites com dores nas costas esquecidas pelo primeiro sorriso do outro. E que no momento certo se reencontrem e que nada, nada será por acaso."
Tati Bernardi (via re-amar-te)

(Fonte: s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r, via re-amar-te)

— há Há 2 dias com 11781 notas
<